For my nephews

Sua avó amava viajar. Eu também gosto, mas não sou assim tão solta. Sempre me culpei por isso. Mas agora entendi que ser assim tem o seu lado bom. Nos meus tempos de adolescente eu ficava indócil se não arrumasse um programa no fim de semana. Ficar em casa no sábado à noite era sinônimo de ser esquecida pelo mundo. Quase como ser invisível. Com o tempo aprendi a cultivar meus espaços. Hoje moro praticamente sozinha, e ter minha casa teve uma importância muito grande. É maravilhoso olhar para o seu cantinho e sentir que ele é uma extensão de você. Que à sua volta estão as suas escolhas, as coisas que você ama, um pouco da sua alma. E isso com o tempo melhora, porque você passa a se conhecer mais. Para mim, uma casa aconchegante fala do quanto me sinto confortável em mim mesma. Adoro viajar, meus pequenos. Mas também adoro ficar. Não sei como, mas quero poder ensinar essa sensação pra vocês. Quero muito que vocês sejam felizes. Viajar é maravilhoso, mas é fundamental gostar de voltar para casa.

Nenhum comentário

Postar um comentário