Mary and Max

Gente, esses dias que correm a coisa anda meio que fodinha... Rotina brutal, quebrada quando em vez por outra, pinço algo por aí. Apesar de ser uma animação triste (me perdoem o trocadilho), Mary and Max está sendo a bola da vez na minha TV. O filme trata assuntos polêmicos como sexo, cleptomania, alcoolismo, problemas mentais e insegurança... A animação foi lançada em 2010, e gira em torno de Mary uma garota de 8 anos,  obesa, com uma vida complicada, pai ausente, mãe alcoólatra e cleptomaníaca e Max um senhor obeso de 44 anos, judeu porém ateu,  que sofria com a síndrome de Asperger. Fabuloso, fantástico, elevante e, em muitos momentos (fala sério... a maioria deles), deprimente. Uma ode a solidão, a distância, ao nascer, a superação... Paro aqui que a coisa tá parecendo aqueles odiosos textos de auto-ajuda tão em voga entre amebas e protozoários (sem ofença...). O Mary and Max chega a mim ainda sob os efeitos sombrios do Metropia, outra animação meio dark (depois posto sobre). Mas, amigos e amigas, o Metropia parece o Schrek se comparado ao peso e densidade do Mary and Max. E tenho que dizer que na era do "3D" , uma animação feita com bonequinhos de bisquí é, no mínimo,uma agradável surpresa do cinema. Se ainda não conhece, não deixe de assistir. Onde você encontra o dito cujo?!!??!! Ora bolas! Na net porra, na net...!



Bjok's e até!
;)

2 comentários

  1. Poxa Kerlynha, vc me fez lembrar do nosso caríssimo Paccelli Gurgel.
    Ele me indicou esse filme e quase enlouquecemos comentando. rsrs...

    Maravilhosa essa história!

    bj

    ResponderExcluir
  2. Olá Kerly,
    Roqueira por herança? Ótimo! Trilhou o bom caminho da música de qualidade. Eu é que agradeço você ter ido ao meu blog e estar seguindo também.
    Com relação ao filme que você indicou, eu não assisti. Mas é realmente uma mistura bem interessante dos assuntos que aparecem na trama.
    Agora, por favor, não ofenda as amebas e os protozoários. Puxa vida, até parece que você não conhece os seres humanos.
    Vou te dizer uma coisa rapidamente:
    Quanto mais conheço "alguns" "seres humanos", mais e mais eu admiro meu cachorro!
    Bom domingo pra ti e seu blog é peculiar.
    Inté...........

    ResponderExcluir