Trocando em Miúdos


Eu vou lhe deixar a medida do Bonfim
Não me valeu
Mas fico com o disco do Pixinguinha, sim!
O resto é seu
Trocando em miúdos, pode guardar
As sobras de tudo que chamam lar
As sombras de tudo que fomos nós
As marcas de amor nos nossos lençóis
As nossas melhores lembranças
Aquela esperança de tudo se ajeitar
Pode esquecer
Aquela aliança, você pode empenhar
Ou derreter
Mas devo dizer que não vou lhe dar
O enorme prazer de me ver chorar
Nem vou lhe cobrar pelo seu estrago
Meu peito tão dilacerado
Aliás
Aceite uma ajuda do seu futuro amor
Pro aluguel
Devolva o Neruda que você me tomou
E nunca leu
Eu bato o portão sem fazer alarde
Eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade
E a leve impressão de que já vou tarde.


(Composição: Chico Buarque & Francis Hime)


(Download na voz de Chico Buarque)

3 comentários

  1. Olá! Que saudades de vir aqui!!
    Anda corrida demais minha rotina!!!

    Obrigado pelos elogio ao layout! ^^
    rsrsrs inveja branca faz bem =D

    Achei este post muito interessante mesmo!! vou baixar o arquivo!!

    **já falei com amo quele gatinho preto ai na direito?? rsrs

    Bjus! Ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso?

    Visita meu blog?

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Se gostar do meu blog, segue lá ficarei muiito feliz.
    Beijos e desde já obrigada, Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir
  3. ui! a foto da medo. sabia que o coraçao parece akelas bombas pequena? O.o
    acho que tow vendo coisa, hahaha

    bju
    letracomasa

    ResponderExcluir