#Filme da Vez: Comer Rezar Amar


É, eu sei que quase todo mundo já viu esse filme, no entanto, só pude vê-lo há algumas semanas. Ultimamente tenho visto muito filme que procura mostrar anseios, devaneios, crises existenciais e busca pela liberdade de seus personagens, isso se dá pelo meu atual estado de espírito que ta doido pra sair correndo sem rumo por aí.

Embora eu não saiba como a história realmente foi contada por, simplesmente, não ter lido o livro, achei o filme muito bem feito, com um roteiro bacana e com alguns aspectos que, na minha opinião, foram positivos para o longa. Não é uma história de amor como tantas outras, não há traições, histórias sórdidas ou nada do gênero, a protagonista apenas percebe que aquela não era a vida que ela gostaria de ter, mas é claro que o vislumbre dessa verdade causa dor e sofrimento já que ela precisa tomar decisões que mudariam o rumo de sua vida. Em meio a tantos problemas, crises existenciais e sofrimento, ela resolve se afastar de tudo e de todos fazendo uma viagem solitária em busca de respostas internas às suas angústias. 

A história biográfica de Comer Rezar Amar  (Eat pray love) retrata um período especialmente frágil de uma mulher em crise, e mostra toda sua tragetória enquanto buscava a paz interior. É um filme agradável, não vou comentar muito sobre o lado técnico de sua produção, pois o que de fato me atraiu foi sua história e a forma de como ela foi contada. Eu recomendo.


Um comentário

  1. Kerlynha, se quiser saber como foi contada a história no livro, só pra avisar que tou trocando ele pelo skoob... HAHA Comprei por impulso, nem li e nem quero mais. .__.

    Beijos!
    allstarejeans.blogspot.com

    ResponderExcluir