Traduzindo sentimentos no papel

Ainda não chorei a falta dela do jeito que ela merecia. Ou talvez a vontade de chorar nunca vá cessar. Como o dia amanhece sempre novo, todo dia amanhece uma nova vontade de chorar. Quem me conhece me vê rindo todo dia, sou alegre, até palhaça. Sou feliz, mas sou triste também. Quero deixar de sentir tristeza, mas será que devo exigir mais isso de mim?

Nenhum comentário

Postar um comentário