Os Homens Que Não Amavam As Mulheres



Como algumas vezes eu me dou o direito de dar dicas de livros por aqui, hoje vou indicar mais um, o primeiro da trilogia Millennium: Os Homens Que Não Amavam As Mulheres. Poderia indicar também  o segundo: A Menina Que Brincava Com Fogo, mas esse eu ainda não terminei de ler (mas digo de ante mão, indicarei brevemente, é viciante!).

 Eu gostei bastante porque normalmente nós vemos pessoas super adeptas da leitura e que detestam esses best-sellers “sucesso total”. É verdade, alguns são mesmo ruins e apelam pros clichês pra se saírem bem. Mas essa trilogia do Stieg Larsson é diferente. Os livros são ficções completas - é claro -  mas o autor dá tantos detalhes e detalhes tão minimamente explicados que a história se torna tão interessante quanto algo baseado em fatos reais. Sem contar que as histórias giram em torno de problemas pouco abordados em outros livros, como crimes econômicos e empresariais. Este livro é um enigma a portas fechadas!
A história é muito intrigante (sem falar viciante) porque não gira só em torno de mortes completamente bizarras ou brutais. Ela tem DE TUDO: crimes financeiros de grandes empresários, religião, tortura, casos clássicos de cuckoldismo, lesbianismo, humor, veadagem, exploração sexual, E MUITOS sádicos estupradores suecos.

Eu poderia dizer que o livro me lembrou um pouco O Código Da Vinci do Dan Brown, MAS, só em dois aspectos: a parte do assassino improvável e a parte de ser um romance que te prende muito.
Apesar disso, o livro tem um clima totalmente próprio e o segundo não segue a mesma linha do primeiro, como nos livros do Dan Brown. Sem querer dizer que as histórias do Larsson são mais complicadas e é um livro onde se tem que prestar uma certa atenção na hora de ler.

Parte meio ruim: (que na realidade, é só mais uma opinião minha) Nunca gostei muito de livros que enrolassem muito para chegar à parte principal da história. Infelizmente, esses tem disso, mas o bom, é que o autor leva a história de um jeito agradável até o ponto principal, com pequenos acontecimentos que mesmo não tendo muita importância, são interessantes.
A única coisa de tudo isso que eu não gostei MESMO, foi a idéia de fazerem filmes para a trilogia. O primeiro já saiu - num filme bem longo - o que já era esperado. Ainda não assisti, mas tenho medo de me decepcionar como já aconteceu muitas vezes em que vi filmes baseados em livros...
Mas pelo que vi no cartaz (mais uma decepção), o filme tem uma personagem muito diferente da original, muito bonita, muito maqueada e muito gostosa para o que ela deveria ser realmente... Sem querer dizer que o ator que assumiu o papel principal tem uma cara de bobalhão... (UÓ).


Enfim, dou a dica do livro, mas enquanto não ver o filme não me pronuncio sobre ele. Se for legal, depois passo o papo.
Bjoks!
;)


2 comentários

  1. É exatamente como vc falou Kerlynha.

    Vi o filme e prefiro o livro...

    ResponderExcluir
  2. Então, vejo que temos mais uma decepção...
    Talvez seja melhor nem assistir! hehehe

    ;)

    ResponderExcluir